Dez Dicas Para Evitar Jet Lag

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

A maioria dos viajantes tentar aproveitar ao máximo o seu tempo limitado no exterior, sem levar em conta o salto em fusos horários que eles fazem em questão de horas.

O seu relógio biológico interno pode levar vários dias adaptar-se a esta mudança no fuso horário. E há possiblidade de que você experimente um abalo no seu ciclo de sono e vigília conhecido como “jet lag”. Os sintomas do jet lag podem incluir sonolência durante o dia, insônia de noite, falta de concentração, confusão, a fome em horários impróprios ou falta de apetite, mal-estar geral e irritabilidade.

Aqui estão as nossas dicas para evitar o jet lag.

1.Ajuste seu relógio biológico

Vários dias (pelo menos quatro) antes da viagem, gradualmente mude o horário de dormir e de alimentar-se , para que a cada dia que passa fiquem mais parecidos com coincidir com aqueles ao seu destino. Assim que chegar, adote o horário local para a sua rotina diária.

2. Opte por voos noturnos

Você jantará e é muito mais provável que você consiga dormir em um voo noturno. Dependendo da duração do voo e o número de fusos horários que atravessar, você vai chegar ao seu destino no período da manhã ou da tarde. Esta é a melhor maneira de se adaptar ao horário local, e vai ser mais fácil para você redefinir o seu relógio biológico.

3. Reduzir o café

Pare 12 horas antes, bem como durante o seu voo, evite excessos e cafeína. Embora a cafeína pode ajudar a mantê-lo acordado mais tempo, isso faz você acordar com mais frequência, desta forma reduzindo o tempo total de sono.

4. Mantenha-se hidratado

Beba pelo menos 1 copo de água para cada hora que você estiver no ar, mesmo que você não sinta sede. Se usar lentes de contato, limpe-as cuidadosamente antes de seu voo, e considere retirar as lentes quando for dormir – lembre-se o ambiente dentro da aeronave é muito seco.

Em sua bagagem de mão leve de um frasco de loção hidratante e batom. Só não se esqueça de conferir se todos os artigos de higiene pessoal são compatíveis com as normas da empresa aérea.

5. Evite ou limite o uso de álcool a bordo

O ar da cabine de passageiros desidratado, e as mudanças de altitude podem acelerar o efeito do álcool. A regra de ouro é que uma bebida no ar é o mesmo que dois ou três no terreno. Um coquetel pode relaxar, mas também é pode te desidratar e até mesmo piorar os sintomas do jet lag.

6. Tente dormir no avião

Isto é especialmente importante quando você está viajando de noite ou voando de oeste para leste. A viagem é cansativa, e dormir no avião é uma forma de minimizar o estresse do jet lag.

Se você está num longo vôo dos Estados Unidos para a Ásia, por exemplo, considere a economizar dinheiro suficiente ou milhas de viagem para viajar em classe executiva ou mesmo de primeira classe, pois é muito mais fácil dormir quando seu assento reclina de verdade . Se você não puder evitar a classe econômica, opte por um assento da janela e use travesseiros ou algo que possa agir como tal para apoiar-se contra a parede e assim tentar dormir melhor.

Não caia na tentação de ficar assistindo todos os filmes que estarão à disposição durante o voo. Ou em casa você fica acordado de madrugada assistindo televisão mesmo tendo um compromisso importante no dia seguinte?

Se o seu acompanhante da poltrona ao lado insiste em conversar, peça desculpas, encerre a conversa e diga claramente que você vai dormir.

7. Use sabiamente pílulas para dormir

Uma pílula de ciclo curto podem ser úteis em vôos noturnos. Certifique-se, no entanto, que o tempo a dose corretamente, ou você pode ser muito grogue quando você chegar em terra. Além disso, um avião não é o lugar para testar uma pílula pela primeira vez, portanto, apenas tomar medicamentos que você já está famialirizado.

E o mais importante: nunca use pílulas para dormir sem orientação e prescrição médica. Jamais “pegue emprestado” um remédio para dormir.

8. Veja se a melatonina é para você

Considere tomar melatonina. Pesquisas sugerem que o corpo usa esse hormônio para definir seu relógio biológico. Como a melatonina parece controlar quando vamos dormir e quando acordamos, um número de cientistas defendem suplementos de melatonina para aliviar o jet lag.

Alguns (mas não todos) os estudos sugerem que tomando 3 mg de melatonina de liberação rápida antes de dormir durante vários dias após a chegada de um novo fuso horário pode facilitar a transição.

Novamente a grande dica é: discuta isto com seu médico e jamais tome qualquer medicamento sem receita médica.

9. Saia do hotel

Após a chegada, tente passar o maior tempo possível em contato com a luz solar, isto ajudará seu corpo a redefinir seu relógio natural para coincidir com seu novo ambiente.

10.Não dormir muito cedo

A menos que você chegue ao seu destino de noite, e razoavelmente perto de uma hora de dormir normal, não durma logo que você chegar ao seu hotel. A menos que você esteja acostumado a tomar regularmente sestas curtas em casa, é melhor você ficar acordado até de dormir de noite no horário local.

Se você estiver realmente esgotado, um cochilo de 20 minutos poderia facilmente tornar-se um cochilo de três horas, que irá perturbar o seu sono noturno ainda mais – e assim você pode se encontrar acordado às 4 da manhã.
Resista acordado, e vá dormir apenas à noite.

Via: fodors.com

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *