Copa do Mundo no Qatar

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Se você está planejando viajar para a Copa do Mundo no Qatar, eis uma novidade digna dos Jetsons. Só terá que esperar um pouquinho. A Copa lá vai acontecer em 2022.

—–

Os cientistas de Qatar alegam ter resolvido o problema de sombra para os estádios durante a Copa do Mundo de 2022: Nuvens Artificiais.
As temperaturas locais no Qatar podem chegar a 50 graus Celsius e esse sol de verão implacável seria uma grande barreira para o divertimento de centenas de milhares de torcedores que devem comparecer em pessoa nos estádios. Os jogos iriam ser inicialmente transferidos para os meses de inverno, mas a FIFA reconsiderou. Espaços com ar condicionado para as multidões e arenas para a prática de centenas de jogadores, são possibilidades, é claro, e vão acontecer – mas os danos ambientais podem ser enormes, mesmo com planos de utilizar a energia solar para gerar parte da energia necessária para os aparelhos de ar condicionado.

Daí, a idéia por equipes de ciência do Qatar de criar enormes nuvens artificiais para flutuarem sobre os locais, bloqueando a luz solar direta. Essencialmente, os dispositivos são enormes dirigíveis cheios de hélio, construídos de fibra de carbono e tecidos super-leves, equipados com quatro motores movidos a energia solar para movimentá-los e mantê-los estáveis, mesmo na mudança de ventos. Cada “nuvem” custaria cerca de US$ 500.000, e ao contrário dos dirigíveis Zeppelin, como você está pensando, as nuvens seriam grandes, planas plataformas infladas projetadas para produzir o máximo de sombra

Naturalmente, especula-se que a parte inferior destas estruturas enormes vão encontrar um uso secundário, no caso extraordinariamente “anúnciocêntrico” que é a Copa do Mundo. Afinal, a Goodyear faz um bom trabalho de publicidade com o seu próprio balão convencional e, a parte inferior plana da nuvem artificial seria absolutamente ideal para grandes anúncios projetados.

Tudo isso parece incrível, embora não se pode deixar de notar que seria preferível o Qatar usar uma tecnologia mais feliz nuvem artificial para realizar o mesmo truque:

Via: Fastcompany

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *